Publicados na categoria Puccini e suas paixões

Música clássica – Puccini

segunda-feira, maio 28th, 2012

Giacomo Puccini nasceu em Lucca em 22 de dezembro de 1858. Sua mãe sempre acreditou em seus dons musicais e o inscreveu no Instituto Musical de Lucca e muito lutou para que ele ganhasse, da rainha Margarida, uma bolsa de estudos para o Conservatório de Milão. Ela estava certa ! Depois de Verdi, Puccini é considerado o maior compositor clássico da Itália. No Conservatório, Puccini se inscreve em um concurso de Ópera em um ato e perde, mas, a obra – Villi – é observada pelo editor de Verdi, Ricordi. É neste período, no início do sucesso, que ele se apaixona pela esposa de um antigo amigo, habitante de Lucca. O romance causará escândalo e eles acabarão se casando em 1904. Na vida profissional uma ópera sem sucesso : Edgar, seguida de uma grande obra : Manon Lescaut. Com esse sucesso ele começa sua carreira na Europa (1383). A partir dai, com dinheiro, uma bela figura, carros, possantes, pelos quais ele era apaixonado, também começa a paixão pelas mulheres. La Bohême, Tosca, Madame Butterfly. Grandes momentos de Puccini que sobreviveram até nossos dias e para o sempre. Apesar de suas aventuras, Puccini viverá até o final da vida com sua esposa e esta, cheia de ciúmes, será a responsável por uma tragédia na vida de ambos. Puccini triste com o acidente de carro ou triste com sua saúde que começava a se deteriorar, buscava estímulo e alegria em uma jovem empregada da casa. Através dos registros, uma relação sem maldade e pura mas, que encheu de ciúmes a esposa. Numa crise a empregada é colocada para fora e se suicida, afogando-se em um lago. Essa sombra vai persegui-los para sempre. No auge de sua doença, médicos são unânimes em pedir que Puccini pare de fumar. Ele não para e a doença avança. Com a garganta tomada por um câncer ele enfim buscará uma clínica em Bruxelas, onde morrerá em 29 de novembro de 1924.

A Versátil lançou um DVD da maravilhosa minisérie de televisão italiana : A vida de Giacomo Puccini. Tudo está brilhantemente retratado, desde a infância até sua consagração e sua paixão pela vida, pela música. Suas principais composições nos emocionam durante o filme e somos levados em sonho, numa trajetória de pura beleza e sensibilidade. Vale assistir !