Publicados na categoria Empregado ou empregador?

Mudança radical – Max Gehringer

sexta-feira, julho 8th, 2011

Estou pensando em mudar totalmente de rumo profissional… Você não revelou sua idade, mas há uma boa probabilidade de que você tenha entre 35 e 45 anos. É nesse estágio da carreira que muitos profissionais são acometidos pela febre da mudança radical. Eles olham para trás e começam a ficar com aquela impressão de que deveriam ter escolhido outro caminho. Logo, por que não arriscar uma mudança agora, já que ainda há muito chão pela frente? Esse questionamento é válido. Diariamente, recebo mensagens de empregados pensando em abrir seu próprio negócio e de microempresários pensando em se bandear para uma empresa. Mudanças radicais de rumo podem funcionar, desde que sejam feitas de modo racional, e não emocional. Por isso, quatro erros precisam ser evitados. O primeiro: não mude só porque você não gosta de sua empresa ou de seu chefe. Segundo: não mude só porque você conhece alguma pessoa que parece feliz fazendo o que você está pensando em fazer. Terceiro: não mude sem entender muito bem as exigências da nova carreira. E o quarto: não jogue fora o que você já conseguiu. Pense na mudança como um projeto progressivo, e não imediato. Prepare-se para a mudança fazendo cursos especializados e estabelecendo contatos com pessoas da área, que poderão aconselhá-lo e lhe mostrar os riscos e os benefícios da mudança. Sempre há tempo para mudar e recuperar o tempo perdido. Mas mudar sem um planejamento adequado pode resultar em mais perda de tempo, num momento da carreira em que não há mais tanto tempo para perder.