Biografias no Mundo de Ceci

Estou muito feliz em “inaugurar” uma nova categoria, prevista desde o início do Mundo de Ceci e ainda não realizada. Biografias! E, dentro dela, as Biografias de Pintores, depois virão escritores, cineastas. Assim,  poderei dividir com meus amigos, um pouco desta grande paixão e, espero poder “contagiar” vocês.

A primeira escolha é sempre muito difícil e poderia ter sido Veermer, Michelangelo, Turner, Delacroix, Monet, Cézanne… Será Van Gogh porque dele eu já tinha material separado e porque sua vida atormentada sempre me fascinou. Com alegria fiz a tradução do filme de Maurice Pialat (DVD da Versátil Home Vídeo) e o fato da literatura ter papel relevante em seu sucesso, também contou nesta escolha. A obra de Van Gogh só pode ser melhor interpretada através das mais de 800 cartas que ele deixou.

As mais significativas são aquelas escritas ao seu irmão Théo (700). Sua cunhada Johanna foi a grande responsável pela publicação destas cartas, traduzindo-as para o inglês e mais, realizou sua primeira exposição em Amsterdã sendo responsável pela manutenção e divulgação de sua obra. Destaco uma frase de Van Gogh: “Quando sinto uma necessidade de religião, saio à noite para pintar as estrelas”. Abaixo o post. Espero que vocês gostem!

Tags:

Comentarios inativos.