Era uma vez em New York

Era uma vez em NY_posterConsiderado um dos melhores filmes de 2013, “Era Uma Vez em Nova York”, quinto longa-metragem do diretor americano James Gray, poderia ser uma história comum: dois primos que se apaixonam pela mesma mulher. Já viu esse filme? Mas esse conta uma outra história, muito mais forte.

A imigrante polonesa Ewa Cybulska chega a New York com sua irmã, Magda. No navio lotado, muitos homens tentavam se aproveitar de Ewa e na chegada ela é acusada de “baixa moral”. Sua irmã está com tuberculose e ficará hospitalizada por seis meses. Se sobreviver e estiver bem, poderá ter a chance de ficar nos Estados Unidos, senão será deportada. O endereço que Ewa apresenta, de seus tios que moram na América não é válido segundo os guardas.

Na fila dos que serão deportados, em desespero percebe que a única possibilidade de ajuda é a de um malandro que estava rondando por ali, Bruno Weiss (Joaquin Phoenix) que parece conhecer bem os guardas e os suborna para desembarcá-la.

i

Em troca, a prostituição. Ela aceita, com profundo ódio por ele mas, ciente de que essa é a sua única escolha para poder juntar dinheiro e salvar a irmã. Estranhamente ele se apaixona por ela embora não seja um dos seus clientes.

Era uma vez em NY_Fenix cafetão

Era uma vez em NY_mulheresA evolução que ocorre com Ewa é notável,  vai se tornando mais forte, mais cínica até, embora mantendo a sua pureza interior.

É quando aparece o primo de Bruno, o mágico Orlando. Esse se apaixona imediatamente por Ewa e a briga dos dois acaba levando a todos a serem despedidos do teatro onde as moças “dançam” para atrair os clientes e estimulam a venda de bebidas ilegais.

O bom do filme é que não há só bonzinhos e maus. A ambigüidade é constante. O bom do filme é a maravilhosa fotografia e ambientação em uma New York de 1921. O bom do filme é seu enredo que acaba num desfecho forte, impactante. 

O melhor do filme é a interpretação de Marion Cotillard. Uma atriz completa e desde Piaf esse é um de seus papéis mais marcantes. Ela está fantástica e só por ela já valeria assistir o filme.

Era uma vez em NY_Marion

 

Tags:

Comentarios inativos.